1.12.16

Dicas de Nova York - como se vestir no frio e programas imperdíveis, de graça ou bem baratos



Para quem vai viajar neste fim de ano ou nos meses de janeiro, fevereiro e março para algum destino do hemisfério norte onde faça muito frio, uma boa dica é se vestir em camadas. Além disto, com a alta do dólar, que tal algumas sugestões de lugares para ir, ou gratuitos, ou bem baratinhos (e uma sugestão mais "chique") em NYC, mas que vale cada cent?
Tem uns truques que aprendi na prática e que me ajudam a ficar quentinha e estilosa em viagens assim e lugares imperdíveis e de graça (ou quase) para aproveitar Nova York sem gastar uma fortuna para se vestir no frio e se divertir muito. Em cada tópico uma dica de como se vestir no frio intenso e um lugar em NY que recomendo:
  •  tudo começa com uma lingerie confortável e uma primeira camada de roupas: uma blusa bem justinha (não uso aquelas de tecido de meia-calça pois me dão a maior alergia, além disto se você suar em algum lugar com calefação ela pode ficar com um cheiro ruim), prefira as de algodão, modal ou aqueles tecidos sem costura que vendem em lojas tipo a Scala Lingerie - comprei uns bodies neste inverno e vou levar comigo pois são macios e confortáveis - caso você vai para um lugar com temperaturas muito abaixo de zero o ideal são as roupas térmicas pra usar por baixo de tudo 
Já sem cachecol, gorro e luvas, dentro da Grand Central Station, um lugar maravilhoso que você tem que visitar, é lindo para fotografar e ficar observando as pessoas indo e vindo - afinal é uma estação de trem por onde passam várias linhas de metrô e obviamente trens e os nova-iorquinos de verdade frequentam, não é um lugar apenas para turistas. Um espaço incrível para fugir da chuva e do frio, onde você não paga pra entrar, uma construção histórica imponente com arquitetura belíssima que já apareceu em muitos filmes e na série Gossip Girl, tem uma loja super bacana da Apple, lojinhas variadas, lugares pra almoçar com variedade de comidas e preços e vários eventos culturais gratuitos
Dentro da Ladurée do Soho onde almoçamos e tomamos chá com patisseries (doces franceses), só com uma sobreposição de tricôs (este dia estava gelado e choveu muito, mas muito mesmo). Este restaurante e casa de chá no charmoso Soho é maravilhoso, meio carinho, mas vale ir nem que para tomar um chá e comer um macaron (cada macaron sai por 2,80 dólares e o chá, que vem num bule, custa 7 dólares) - tudo é genuinamente francês, das louças lindas, passando pela decoração e pelos doces (que vem diariamente de avião, fresquinhos direto de Paris). Tem outra loja Ladurée em NY no Upper Est Side, perto do Central Park, mas lá não serve brunch, almoço ou jantar e é um lugar bem menor
  • além disto recomendo que seja algo fácil de tirar (caso em algum lugar fechado esteja muito quente, você pode ir ao banheiro retirar a peça que está por baixo de tudo e guardar na bolsa, já que é fininha e não faz volume) - ali na foto na Ladurée do Soho fui ao toalete (lindo por sinal) e tirei a blusa térmica que estava usando por baixo

  •  na primeira camada da parte de baixo use a meia-calça mais confortável e quente que você achar, de preferência térmica, de lã ou fio 80 e se você puder, compre por lá uma legging forrada de fleece aveludada (esta custa 12 dólares na Amazon)
num restaurante maravilhoso, que esqueci o nome, só de tricô fininho e casaco
Em outro dia no MET (consulte o site para ver quais exposições e eventos terão durante sua estada), deixei casacos, cachecóis e etc no guarda-volumes (todo mundo deixa até porque não pode entrar com bolsas grandes). Este é um museu que TEM que ir: o valor sugerido para o ingresso é 25 dólares, mas você pode e deve pagar quanto quiser (em geral pagamos entre 10 e 5 dólares, mas você pode pagar 2 dólares - ninguém faz cara feia, é normal). Neste museu gigante você encontra um dos acervos mais impressionantes do mundo - ele se equipara ao Louvre em Paris. Vá de sapatos confortáveis e o mais cedo que puder, não tenha pressa, veja com calma toda aquela beleza - ali na foto estou na sala do Degas, com a série de pinturas e esculturas inspiradas no Ballet. Nas épocas quentes do ano você pode subir ao Lounge (acesso gratuito à quem está dentro do Museu) e observar o pôr-do-sol e beber algo (só as bebidas são pagas). Não deixe de tirar uma foto ainda durante o dia nas escadarias do Metropolitan Museu - era onde a Blair, de Gossip Girl, ficava com as amigas depois das aulas
  •  na segunda camada vale uma camiseta de manga longa ou blusa bonita com a qual você ficará em lugares fechados (talvez só com ela e seu casaco ou um tricô) - ali na foto ao lado da escultura de Degas estou só com uma camiseta de manga longa por baixo e um tricô com mini paetês comprado aqui na Zara que já havia usado aqui
Neste dia estava no Central Park de jeans comum (sem ser térmico, todo forrado, que você acha por lá por bons preços) e com meia de lã por baixo e mesmo assim congelei muito - nosso jeans "normal não é para o outono/inverno do hemisfério norte, acredite!
  •  já na parte de baixo o jeans não é a melhor opção, pois seu bumbum vai ficar gelado!
  • procure uma legging com zíperes e bolsos e tecido com bastante elasticidade, mas mais grossinho com modelagem de jeans - comprei duas assim para levar comigo: uma cinza na Zara e outra preta na Lojas Renner, este tipo de calça é mais confortável e melhor para usar com meia-calça por baixo (não leve modelos de academia, que são de tecido muito fino e não vão esquentar mesmo se usar com meia-calça por baixo)
Assista pelo menos um show da Broadway: vale cada dólar gasto, é algo inesquecível. Você pode encontrar ingressos bem mais baratos em sites especializados e também nos guichês logo antes dos shows: eles vendem os lugares não previamente comprados (se sobrou algum) por um preço bem mais em conta. Neste site aqui você encontra várias dicas de como conseguir um ingresso mais barato. Dos shows que já fui os que mais gostei foram: O Fantasma da Ópera (o melhor de todos para mim, sensacional - iria mais vezes), O Rei Leão e o espetáculo de Natal das Rockettes que faz qualquer um voltar à infância, que acontece no Radio City Music Hall, lugar super lindo e mágico, onde estou nesta foto acima
  •  se você quiser sair um dia de saia ou vestido o tecido tem que ser quente (couro ou lã de preferência) e você vai precisar usar a meia-calça quente, meias de lã nos pés e uma legging ou meia térmica (na foto estou com uma legging que comprei lá na farmácia Duane Reade/Walgreens e paguei muito barato e com um vestido de lã que comprei há anos na liquidação da Zara aqui do Iguatemi, que viaja comigo novamente)

Conheça NY caminhando e de metrô, ande por lá como fazem nos nova-iorquinos: só assim você vai realmente entender a cidade que nunca dorme
  •  aqueça as extremidades: meias de lã ou outro tipo bem quentes, luvas que realmente aqueçam, cachecol comprido de lã e algo quente para cobrir a cabeça são fundamentais
  •  dependendo do frio você pode acrescentar mais ou menos camadas na parte de cima - sobreposições de blusas de lã e tricôs quentinhos, além de moletons são uma ótima pedida

Vou comprar uma das duas acima (na cor preta) pelo site da Amazon para entregar no Amazon Locker, pois meu hotel, apesar de excelente, recebe gratuitamente apenas 1 pacote por quarto e acima disto cobra uma taxa de 40 dólares por pacote!!!

  •  use botas quentinhas, quando estiver lá compre uma com pele fake por dentro (esta da foto comprei por lá) - nas lojas de descontos e até nas sapatarias comuns você encontra ótimos modelos a partir de uns 30 dólares e tem na Amazon também, que entrega nos hotéis ou nos "guarda-volumes" da Amazon espalhados pela cidade que você aluga baratinho (vou comprar outra bota na Amazon por uns 25/ 30 dólares pois esta minha da foto na rua do Metropolitan Museu já foi 2 vezes pra NY e 2 com minha sobrinha pro Chile e outro lugar que não lembro, está muito detonada)
  •  se você for para um destino onde tem neve, precisará de roupas térmicas especiais e uma bota de neve, com solado especial, forrada e impermeável - prefira comprar ou até alugar lá fora, aqui tudo de frio é bem mais caro
Se tem um programa que é imperdível e completamente de graça é atravessar a Ponte do Brooklyn: pegue um metrô ou balsa até o Brooklyn e pare na região conhecida como DUMBO (literalmente “Down Under Manhattan Bridge Overpass” - região de passagem da Manhattan Bridge), lugar super charmoso cheio de cafés e lojinhas onde você pode passear. De lá suba para a Ponte do Brooklyn (tem um monte de placas, não tem como errar) e faça o passeio à pé mais legal da sua vida: a vista é de perder o fôlego, especialmente se você conseguir ir num dia de sol como fomos e vá tirando fotos, apreciando a paisagem deslumbrante de Manhattan de outro ângulo, sentando nos banquinhos para pensar no quanto você é feliz. Não tenha pressa, quando você se der conta, já chegou no outro lado!
  •  finalize com um casaco bonito e super quente: sempre levo meus casacos de pele fake pois são leves, confortáveis e aquecem (vou levar este azul de novo - repito look sem dó), mas também pode ser um daqueles acolchoados, que também são ótimos pra dias de chuva, neve ou vento - leve pelo menos 1 casaco que cubra o bumbum, pois acredite, se você não estiver com uma calça térmica (tem até versão em jeans), o vento passa!
Central Park TEM que ir: é de graça e tem muita coisa para se fazer lá em todas as estações
  •  para frios mais "amenos", até poucos graus abaixo de zero, ou para usar em lugares fechados, a sua bota de couro mais confortável e linda também pode ser útil (mas ela tem que caber no seu pé com uma meia mais grossinha) - vale levar uma over the knee (acima do joelho), se você já tiver - esta aí de cima já foi várias vezes!;)
uso meus casacos de pele fake todo inverno aqui em Floripa
  •  se você mora aqui no sul ou sudeste, especialmente nas cidades onde faz mais frio, você provavelmente conseguirá fazer sua mala sem comprar quase nada aqui - dê uma boa olhada nas suas peças de inverno e se tiver possibilidade, pegue algo emprestado de alguém próximo à você que já viajou para um destino muito frio
pôr-do-sol visto do alto do Empire States - inesquecível, mas congelante em dias de vento, só tire o gorro ou as luvas para a foto, depois coloque tudo de volta pra não virar picolé!
  •  em Nova York a partir de dezembro faz muito, mas muito frio, embora a probabilidade de neve antes do Natal seja pequena - não se engane, nem sempre o frio mais intenso acontece nos dias de neve, pois o vento (pelo menos em NY) é de deixar qualquer pessoa congelada!
Seja feliz em NYC!
  •  se aqueça bebendo café ou chá mesmo na rua, enquanto caminha - não é uma simples mania de nova-iorquinos não, é delicioso beber algo quentinho no frio cortante: aquece as mãos e por dentro também

22.11.16

Dicas de Nova York: os programas grátis mais legais - Central Park




Ir pra Nova York não é necessariamente sinônimo de gastar rios de dinheiro... 
Na verdade algumas das melhores coisas (e algumas das mais inesquecíveis) de se fazer por lá são de graça ou custam realmente pouco.
Nova York é para se conhecer com longas caminhadas e metrô, uma atração por si só. 
É curtir os milhares de programas grátis que existem por lá e experimentar a cidade, seus parques, ruas, museus, restaurantes incríveis e baratinhos (acredite, eles existem) e não ficar preso dias em lojas comprando como se o mundo fosse acabar ou em restaurantes famosinhos e nem sempre bons, muitas vezes  torrando mais que seu cartão de crédito permite. 
Quer uma dica? Vá para as ruas! 
Um dos lugares imperdíveis, para ir muitas e muitas vezes, é totalmente de graça: o Central Park! 
Quando visitar NY não deixe de ir ao imenso retângulo verde no meio da ilha de Manhattan: se o tempo estiver ameno deite num dos gramados mais legais do mundo: vale até fazer um piquenique. 
Nos meses mais frios vá observar o movimento ou patinar no Wollmans Rinque de Patinação (sobre os rinques de patinação vou fazer um post só sobre eles), observe os esquilinhos fofos, as folhas coloridas (no outono) e, se puder, faça um passeio de carruagem (é muito romântico, igualzinho nos filmes), é divertido e não é caro.

21.11.16

Dicas de Nova York: almoce, tome chá e jante na Ladurée do Soho



Estou contando os dias para ir novamente na Ladurée, que faz os macarons franceses mais famosos do mundo, que fica no Soho em NYC, onde além dos doces e chás maravilhosos você também pode almoçar ou jantar comida francesa dos deuses!!! Tomamos chá com patisseries e também fomos um dia almoçar. 
Você pode reservar uma mesa pelo site Open Table, que é gratuíto.
O macaron e o chá Marie Antoinette são feitos de rosas naturais e tem um sabor inigualável. 
Viajo pra NY daqui duas semanas e tenho muitas dicas para compartilhar com vocês. Todo dia uma dica nova aqui, no Face e no Insta.

14.11.16

Sol com a H.Stern




A H.Stern recebeu seus novos óculos de sol, perfeitos para acompanhar os dias de sol de mulheres poderosas e sofisticadas.
Com moldura geométrica, o design de linhas retas e a combinação do acetato italiano com detalhes de metal dourado, que remetem ao universo da joalheria resulta num visual forte e cheio de personalidade, onde se destacam as lentes alemãs Carl Zeiss e o design e controle de qualidade da mais prestigiada joalheria do Brasil.


7.11.16

A hora certa da Tiffany & Co.



Imagens: Tiffany's

O relógio Tiffany CT60® de 3 ponteiros, foi relançado recentemente com o mostrador na cor azul, números em prata e 8 diamantes que compõe as horas, além do aro composto por 60 diamantes.
Com movimento automático e máquina da melhor qualidade suíça, ele está disponível em dois modelos: com uma pulseira de couro de crocodilo cinza ou em pulseira de aço inoxidável. 
Para  contar os minutos com elegância.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...