23.10.17

Mindhunter: livro e série do Netflix que mostram tudo sobre os Serial Killers

Imagens: Netflix


Mindhunter é a nova série original do Netflix, inspirada no livro Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers Americano, escrito por John Douglas e Mark Olshaker, lançado no Brasil pela Editora Intrínseca.
Estou terminando o livro e já vi toda primeira temporada do seriado, que tem seus 10 capítulos disponíveis no Netflix, foi dirigida por David Fincher, que também atuou como diretor da série House of Cards e filmes como Seven, O Clube da Luta e Zodíaco.
Tanto o livro quanto a série contam a história real de John Douglas, que no seriado tem o nome Holden Ford  (interpretado por Jonathan Groff), que trabalhou na Unidade de Apoio Investigativo do FBI durante a década de 70, quando começou a estudar e traçar o perfil psicológico de assassinos em série, numa época em que o termo serial killer nem havia sido criado por ele e sua equipe. 

Ele e seu parceiro do FBI na série, Bill Tench (interpretado por Holt McCallany e inspirado no agente Robert K. Ressler), entrevistaram criminosos famosos e perigosos como Charles Manson, cujos seguidores mataram sete pessoas, inclusive a esposa grávida de 9 meses do cineasta Roman Polanski, Sharon Tate e mais quatro amigos em sua casa em um bairro nobre em Los Angeles, na Califórnia. 
Eles procuravam entender como funciona a mente dessas pessoas (na sua maioria homens brancos), se colocando tanto no lugar da vítima quanto do criminoso, para assim tentar prever os passos dos assassinos em série e outros tipos de psicopatas, que em geral possuíam um passado de violência e abusos na infância. 
Depois de algum tempo junta-se à eles a Dra. Wendy Carr - baseada na vida real da Dra. Ann Wolbert Burgess, pioneira na enfermagem forense  (interpretada por Anna Torv), uma especialista em comportamento humano que não é agente do FBI mas presta uma espécie de consultoria ao projeto.
Cameron Britton no papel de Ed Kemper e o assassino em foto real

A série retrata a tentativa de compreender o que há por trás da motivação de um psicopata, que vai além do ato de tirar a vida de outras pessoas. Todo o elenco atua com perfeição e posso destacar a atuação incrível de Cameron Britton no papel de Ed Kemper (foto acima), que ficou conhecido por matar mulheres (inclusive sua mãe) e depois ter relações sexuais com os cadáveres de suas vítimas- Ed Kemper é um homem enorme, mas que mostra calma e até uma certa cordialidade ao conversar com os agentes falando dos seus crimes e motivações, de forma quase simpática e ao mesmo tempo assustadora.
Assim como Jack Crawford em O Silêncio dos Inocentes, o agente especial John Douglas  confrontou, entrevistou e estudou dezenas de serial killers e assassinos, incluindo Charles Manson, Ted Bundy e Ed Gein durante as mais de duas décadas que atuou no FBI para construir o que hoje se chama de B.A.U., a Behavioral Analysis Unit, unidade especial do FBI retratada no seriado Criminal Minds, um dos meus favoritos (embora seja bastante pesado).
Os 10 episódios da série estão disponíveis desde o dia 13 de outubro no Netflix.

Abaixo um pouco mais sobre o que é Psicopatia e o que é Esquizofrenia (ou Psicose), num texto que redigi para minhas aulas de Psicologia na Graduação (fui professora de graduação e pós por 10 anos):

Esquizofrenia


  • Psicose onde a pessoa começa a apresentar sintomas de afastamento da realidade
  • Atinge aproximadamente 1% da população
  • Geralmente iniciada antes dos 25 anos nos homens
  • Nas mulheres a doença ocorre mais tarde, por volta dos 29/30 anos
  • Ocorre em qualquer camada sócio-cultural
  • Apenas 2% dos esquizofrênicos apresentam a doença já na infância
  • Atualmente cerca de 5% da população mundial têm esquizofrenia
  • No Brasil 800 mil pessoas são esquizofrênicas
  • O risco sobe para 13%, se um parente de primeiro grau é portador da doença
  • No caso de gêmeos idênticos, se um deles tem esquizofrenia, a possibilidade de o outro desenvolver o quadro é de 50%.
Psicopatia

  • Não confundir com psicótico (doente mental que sofre de psicose, de delírios). Psicopata refere-se a uma condição que é uma característica de personalidade, por isso não é uma doença propriamente dita. O indivíduo, devido a esta peculiaridade de ser, sofre ou faz sofrer aos outros.
  • O psicopata é um indivíduo quase sempre impulsivo, incapaz de tolerar frustrações, não consegue atingir os sentimentos superiores (amor, altruísmo, sentimentos, espirituais), sendo um ser egoísta e por isso apresenta quase sempre condutas não aceitas socialmente, apesar de serem compreendidas (não se comportam como "loucos").
  • Os traços psicopáticos acentuam-se na adolescência e, segundo alguns autores, acompanham o indivíduo por toda sua vida. O psicopata geralmente não se motiva a procurar psicoterapia (se o faz é para conseguir outro intento que não o do seu amadurecimento) e por isso é tido como condição irrecuperável.

2 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Meu nome é Prof Rosi Feliciano
    Encontrei seu blog navegando e quero te dar os parabéns por seu trabalho.
    Gostaria de escrever um artigo com algumas dicas para o seu blog com apenas 1 link neste artigo para o blog que participo beleza.blog.br/.
    Vou divulgar seu blog, veja o vídeo explicando:
    https://youtu.be/afqipsoQ9Qs

    Agradeço desde já, aguardo seu contato.

    Prof. Rosi Feliciano
    E-mail: contato@8dicas.com.br
    WhatsApp: 43991334541 horário online 12hrs as 18hrs de segunda a sexta.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Meu nome é Prof Rosi Feliciano
    Encontrei seu blog navegando e quero te dar os parabéns por seu trabalho.
    Gostaria de escrever um artigo com algumas dicas para o seu blog com apenas 1 link neste artigo para o blog que participo beleza.blog.br/.
    Vou divulgar seu blog, veja o vídeo explicando:
    https://youtu.be/afqipsoQ9Qs

    Agradeço desde já, aguardo seu contato.

    Prof. Rosi Feliciano
    E-mail: contato@8dicas.com.br
    WhatsApp: 43991334541 horário online 12hrs as 18hrs de segunda a sexta.

    ResponderExcluir

Olá,

O GM não modera os comentários, este é um espaço livre para você expressar sua opinião.
Mesmo que eu não consiga responder os comentários imediatamente, leio todos eles assim que chegam no meu e-mail e ADORO saber a opinião de vocês e respondo assim que possível.
Se alguém tiver uma dúvida ou pergunta mais específica, por favor, mande por e-mail para: shirley@garotasmodernas.com que eu respondo com mais rapidez.
Obrigada pela compreensão e pelo comentário!

beijos!

ATENÇÃO: Comentários grosseiros, desrespeitosos, agressivos, preconceituosos ou com divulgação de vendas serão deletados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...