7.1.17

Florianópolis: dicas sobre o que fazer na Ilha da Magia

Vista noturna da ponte Hercílio Luz em Florianópolis
Imagem: foto clicada pelo meu marido

Florianópolis é um dos destinos mais procurados para as férias aqui no Brasil e um daqueles lugares que as pessoas vivem sonhando em morar. Nasci e morei minha vida inteira na ilha e amo esta cidade linda e cheia de magia.
Cerca de 97% da área de Florianópolis está na Ilha de Santa Catarina, onde, somadas às continentais, existem cerca de 100 praias.
O cartão-postal de Floripa, como é carinhosamente chamada, é a famosa Ponte Hercílio Luz (inaugurada em 1926), primeira ligação rodoviária entre a ilha e o continente.
Florianópolis já teve vários nomes: Meiembipe ("montanha ao longo do mar") pela língua dos índios Carijós, foi batizada de Ilha de Santa Catarina por Francisco Dias Velho, ao se tornar vila foi chamada de Nossa Senhora do Desterro (e depois município de Desterro, com a Proclamação da República), nome que desagradava os moradores pois este termo lembrava "desterrado" ou seja, exilado, sem terra.
Com o fim da Revolução Federalista, em 1894, em homenagem ao então presidente da República Floriano Peixoto, o nome da cidade foi trocado para Florianópolis (o que desagrada muitas pessoas até hoje, pois Floriano Peixoto era bastante impopular). O apelido Floripa, pelo qual a cidade é amplamente conhecida, vem daí.
Na época da chegada dos exploradores europeus os habitantes da região eram os índios carijós, de origem tupi-guarani, mas a ilha foi habitada por outras populações em tempos mais remotos: existem muitas inscrições rupestres e outros indícios de presença do chamado Homem de Sambaqui, cujos registros mais antigos datam de 4800 a.C..
É difícil falar de um lugar pelo qual tenho tanto carinho e onde há tanto para se ver e fazer, mas destaco aqui alguns programas imperdíveis na ilha:
Nas praias do Leste:
ver e fotografar a paisagem do mirante da Lagoa da Conceição
fazer um passeio de barco até a Costa da Lagoa (os barcos saem da ponte da Lagoa da Conceição) e almoçar um peixe delicioso por lá
ver as dunas da Joaquina de pertinho
tomar café no "centrinho da Lagoa", que fica na Lagoa da Conceição, logo depois de descer o morro e antes de chegar na pequena ponte de onde começa a Av, das Rendeiras: é um local com lojas, cafés e muita gente interessante 
Nas praias do Norte:
ver e ser visto nas praias de Jurerê Internacional e Brava onde há muitos restaurantes e os polêmicos beach clubs, nos quais você pode beber espumante em confortáveis lounges com o pé na areia
comer ostras (ou outros frutos do mar) no romântico lugarejo chamado Santo Antônio de Lisboa, com uma belíssima vista do mar e da Ponte Hercílio Luz
ver as inscrições rupestres no Costão do Santinho
visitar e fotografar a Fortaleza de São José da Ponta Grossa, cuja construção começou em 1740 
Nas praias do Sul:
visitar a praia da Armação do Pântano do Sul, uma das mais lindas da ilha, cuja vista que se tem a partir do Convento do Morro das Pedras é deslumbrante e passar o dia na Praia do Campeche, onde o pessoal bacana (e lindo) de Floripa que quer ficar longe da multidão de turistas costuma ir 
passear na Lagoa do Peri, que tem um parque ecológico e inúmeras trilhas bacanas
fazer um passeio até a Ilha do Campeche (os barcos saem da praia da Armação), que parece um pedacinho do Caribe, um verdadeiro paraíso que só recebe um número máximo de visitantes por dia para preservar toda sua beleza selvagem: tem águas azuis, areia branca e inscrições rupestres nas pedras
 
Na cidade:
caminhar no fim de tarde na Beiramar Norte, avenida onde as pessoas vão se exercitar, passear com cachorros e paquerar
conhecer o centro histórico e a proveitar para, na Praça XV de Novembro, dar 3 voltas em torno da figueira centenária que ali existe (dizem que faz a pessoa conseguir um amor)
subir o Morro da Cruz para ver a vista da cidade
tirar muitas fotos na Ponte Hercílio Luz, especialmente no fim da tarde, onde você verá o sol se por na Baía Norte
Bem-vindos!



Um comentário:

Olá,

O GM não modera os comentários, este é um espaço livre para você expressar sua opinião.
Mesmo que eu não consiga responder os comentários imediatamente, leio todos eles assim que chegam no meu e-mail e ADORO saber a opinião de vocês e respondo assim que possível.
Se alguém tiver uma dúvida ou pergunta mais específica, por favor, mande por e-mail para: shirley@garotasmodernas.com que eu respondo com mais rapidez.
Obrigada pela compreensão e pelo comentário!

beijos!

ATENÇÃO: Comentários grosseiros, desrespeitosos, agressivos, preconceituosos ou com divulgação de vendas serão deletados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...