8.3.13

Para Shirley ♥, que perdeu sua cachorrinha Mischa ontem: Olga Gonorovsky e suas gravuras

38112_110564225661513_100001238088966_78862_1703385_n

Dói, dói, rasga por dentro perder um filho peludo. Ontem a noite, véspera do dia das mulheres, partiu Mischa, cachorrinha da Shirley. Já passei por essa dor algumas vezes. E ontem, eu que não choro, ao ler as mensagem da Shirley no whatsapp, chorei. Por ela, pela Mischa, pelos que sofrem, por mim, pelos que já se foram. Fica aqui uma coleção de imagens que traduzem todo meu sentimento de perda e saudades desses anjos, criados pela artista russa Olga Gonorovsky.
Não fique no meu túmulo a Chorar 
(Mary Frye)
Não fique no meu túmulo a chorar
Eu não estou lá
Eu não durmo
Eu sou os mil ventos que sopram
Eu sou o diamante que cintila na neve
Não fique no meu túmulo a chorar
Eu não estou lá
Eu não morri
Eu sou a luz do sol nos grãos maduros
Eu sou a chuva de outono suave
Quando você acorda no silêncio da manhã
Eu sou o rápido animador
Das aves tranquilas que rodeiam em vôo
Eu sou as estrelas que brilham suaves na noite
Não fique no meu túmulo a chorar
Eu não estou lá
Eu não morri
Quando você acorda no silêncio da manhã
Eu sou o rápido animador
Das aves tranquilas que rodeiam em vôo
Eu sou as estrelas que brilham suaves na noite
Não fique no meu túmulo a chorar
Eu não estou lá
Eu não morri
Não fique no meu túmulo a chorar
Eu não estou lá
Eu não morri


obraz202obraz212obraz2031

549

 

37502_110564355661500_100001238088966_78864_6584632_n

37691_110562305661705_100001238088966_78857_4120424_n

37883_110562912328311_100001238088966_78860_1661600_n

419868_321057707945496_100001238088966_978380_370063851_n


Eles deveriam viver muito mais pra quem os ama. E não deveriam cair nas mãos de quem não o faz.
Fica bem, amiga.

Resposta da Shirley para minha amiga Mari:

Amiga,
Caí em lágrimas com seu post: de tristeza, de saudade e também de emoção, por você me "dizer" com este post exatamente o que eu precisava "escutar"
:


"Não fique no meu túmulo a chorar
Eu não estou lá
Eu não morri
Quando você acorda no silêncio da manhã
Eu sou o rápido animador
Das aves tranquilas que rodeiam em vôo
Eu sou as estrelas que brilham suaves na noite"

Obrigada do fundo do meu coração pela linda homenagem.
Mil vezes obrigada - é nestes momentos que a gente descobre os verdadeiros amigos e sei que você é pura de coração e que temos uma amizade de verdade, não importa quantos dias a gente fique sem se ver. 
É tão difícil já não vê-la por aqui, pegando um solzinho ali no terraço, pedindo comida o dia todo (ela, a "única cachorra do mundo que comia até rúcula"), correndo atrás da Zoé, dormindo em nosso colo enquanto víamos TV.
Ontem a noite não conseguia dormir, imaginando ela lá enterrada, com a chuva que caía, a noite, sozinha, no escuro, no frio.
Mas li o poema e comecei a compreender: ela não está mais lá, está no meu coração, no do meu marido (que está destroçado, pois ela foi o primeiro animalzinho dele), nas fotografias, nas lembranças, em todo amor que ela nos deu e que demos a ela.
Gratidão é o que sinto, por ter tido o privilégio de ser a mãe da Mischa por todos estes anos.




16 comentários:

  1. Que lindo amiga, só quem ama um cão de verdade entende perfeitamente a dor da perda de um grande amigo, espero que Deus conforte a Shirley, tenho a certeza de que ela só terá boas lembranças e o carinho da Mischa guardado no coração.
    Bjs Shi e parabéns pela sensibilidade S <3

    ResponderExcluir
  2. Emocionada..... sim dói muito, pois pra quem ama um bichinho, seja ele qual for, perde parte do coração, o amor é imenso, nos apegamos tanto, mas tanto.... sinto sua dor querida... mas há um céu pra eles! <3
    Fique bem querida! Lamento muito sua perda.
    Ela está em paz agora, o que fica é a dor da perda, mas fica também o amor!
    Bjs
    Vi

    ResponderExcluir
  3. Amiga,
    Caí em lágrimas com seu post. Obrigada do fundo do meu coração pela linda homenagem.
    É tão difícil já não vê-la por aqui, pegando um solzinho ali no terraço, pedindo comida o dia todo (ela, a "única cachorra do mundo que comia até rúcula"), correndo atrás da Zoé, dormindo em nosso colo enquanto víamos TV.
    Ontem a noite não conseguia dormir, imaginando ela lá enterrada,com a chuva que caía, a noite, sozinha, no escuro, no frio.
    Mas li o poema e comecei a compreender: ela não está mais lá, está no meu coração, no do meu marido, que está destroçado, nas fotografias, nas lembranças, em todo amor que ela nos deu e que demos a ela.
    Gratidão é o que sinto, por ter tido o privilégio de ser a mãe da Mischa por todos estes anos.

    ResponderExcluir
  4. Nossa Mari, me emocionei com esse post. Aquela primeira imagem, mesmo, é de partir o coração.

    Shirley, sinto muito pela perda de sua cachorrinha e amiga. Mas tenho certeza que ela viveu muito feliz por ter te tido como mãe e isso é o mais importante :-)

    Beijo, fica bem.
    Yasmine

    ResponderExcluir
  5. Shi, muita força nessa hora... Agora que tenho tb meu "filho patudo" sei bem esse aperto que a gente sente quando eles não estão bem.. Bom, tu viu aquele dia na clínica né...

    Espero do fundo do coração que vocês fiquem bem e que a Mischa cuide de vocês lá em cima.. no céu cheio de Biscrok! <3

    (S. mandou muito bem amiga)

    Beijos ;~~

    ResponderExcluir
  6. Shirley, sei bem o que está passando...ja passei por isso 3 vezes! E sei que vai acontecer mais vezes...mas o que nos conforta é saber que nossos anjinhos peludos que ja foram estão correndo em um jardim lindo com outros peludos! O que fica é a saudade e os bons momentos! Chorei ao ler esse post lindo da Mari e hoje de manha ao ver seu Instagram....por isso amiga, muita força! Tenha fé que vai passar essa dor!
    Fique bem

    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  7. Passei pelo mesmo em novembro. Perdi a minha gordinha orgulhosa inteligente e especial. Dói muito e quase ninguém entende o que passamos. Força! Agarre-se nos bons momentos, que do certez foram muitos. Um abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
  8. Tbm sou mãe de uma peludinha e sinto muito pela sua perda e sua dor, nada que se diga agora fará sentido, mas Deus vai cuidar de vc, assim como já está cuidando da Mischa.
    Fica na paz, Shirley, um dia a dor ameniza.
    BjoBjo:(
    Celina Alves
    Luxos e Luxos

    ResponderExcluir
  9. Que seu coração se encha de luz, Shirley. A dor nunca some, e a saudade é implacável. Mas acredite, vocês se reencontrarão, no momento certo. Ela sempre será sua e você sempre será dela! Um grande beijo... de quem já perdeu uma "bebezinha" e tem muito medo de perder os outros que ainda estão comigo...
    Fe Pimenta

    ResponderExcluir
  10. Meus sentimentos, Shirley! Meus olhos se encheram ao ler a matéria e saber que sua "peludinha" não está mais aqui...
    Lembre-se dos momentos bons que tiveram ao lado dela.
    Grande beijo e força!

    ResponderExcluir
  11. Que post lindo!! Fiquei super emocionada pois tbm perdi minha velhinha peluda há pouco tempo. Só quem tem filhotes de 4 patas sabe o amor que esses seres tem pela gente e nos fazem ter esse mesmo amor por eles. Shirley, força... no início é difícil, mas a tristeza passa e fica a saudade. Bjks pra todas as Garotas Modernas.

    ResponderExcluir
  12. cheguei a chorar!!!! não tem palavras que consolem quando perdemos um animalzinho!!!

    ResponderExcluir
  13. Perdi minha amiga Tita há 2 semanas tbém...depois de 15 anos comigo, me trazendo alegria, companhia, amizade, cumplicidade...é uma dor enorme...só quem ama de verdade um animalzinho entende...mas um dia eu volto a encontrá-la! Enquanto isso ela passeia em outro espaço, brinca, sem dor, sem doença, feliz! Shirley, sei bem o que está sentindo...agora é lembrar de todos os momentos felizes e pedir à São Francisco de Assis que cuide dela por você...Bjos

    ResponderExcluir
  14. Enfrentar a morte e sempre difícil, ainda mais quando nos pega de surpresa, quando pensamos que ainda não era a hora... Forca, bj.

    ResponderExcluir
  15. Post emocionante... Chorei muito... Eu tenho duas princesas, que são a alegria da casa! Que o Senhor console a Shirley! Bjos!

    ResponderExcluir
  16. É muito triste mesmo.... Passei por esta terrivel experiencia em outubro. Não posso nem lembrar. No entanto, outros animaizinhos vão te dando alegria novamente, e a gente começa a sorrir e ter um amor muito grande por eles. É só questão de tempo...Tudo passa... A gente jamais esquece, mas aos poucos vc vai se recuperando e assistindo as travessuras dos outros peludos, e assim supera o sofrimento. Felicidades pra voce!

    ResponderExcluir

Olá,

O GM não modera os comentários, este é um espaço livre para você expressar sua opinião.
Mesmo que eu não consiga responder os comentários imediatamente, leio todos eles assim que chegam no meu e-mail e ADORO saber a opinião de vocês e respondo assim que possível.
Se alguém tiver uma dúvida ou pergunta mais específica, por favor, mande por e-mail para: shirley@garotasmodernas.com que eu respondo com mais rapidez.
Obrigada pela compreensão e pelo comentário!

beijos!

ATENÇÃO: Comentários grosseiros, desrespeitosos, agressivos, preconceituosos ou com divulgação de vendas serão deletados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...